Os desafios de crescer e manter os negócios em expansão estão presente no dia a dia de qualquer empresa. Para as micro e pequenas empresas, estes envolvem, ainda, alguns problemas de gestão relacionados, principalmente, às dificuldades de organização e planejamento tanto das atividades quanto das finanças. Estes problemas decorrem de diversos fatores internos às atividades, como falta de controle sobre os dados financeiros, funcionários que concentram diversas tarefas, e falta de preparo do empreendedor para lidar com o gerenciamento de todos os processos.

calculadora

Confira algumas dicas para fortalecer a gestão da sua micro ou pequena empresa, e atingir o tão desejado crescimento:

1. Planejamento estratégico

Deixado de lado por muitos empreendedores, o planejamento estratégico é essencial para uma boa gestão. É indispensável que o empreendedor tenha objetivos definidos para o seu negócio, e que organize a forma como pretende atingi-los. Assim, é muito importante questionar-se com relação ao que espera do futuro (a médio e longo prazo), e como estas metas serão atingidas. O planejamento estratégico deve ser constantemente revisado, a partir da análise dos resultados obtidos e da forma como vem sendo desenvolvidas as atividades internas.

2. Estudo de mercado

Conhecer o mercado em que sua pequena empresa se insere é de extrema importância para que sejam adotadas medidas de gestão efetivas para esta. Cabe ao gestor, conhecer o público alvo do negócio, entender suas necessidades e mudanças de comportamento. A análise da concorrência também é essencial para o desenvolvimento de qualquer tipo de negócio: procure entender o que seu concorrente vem fazendo de novo, em quais produtos ele se destaca, e quais fatores fazem com que determinados clientes optem pelo estabelecimento concorrente -ao invés do seu.

3. Equipe de colaboradores

Pequenas empresas costumam apresentar uma equipe enxuta, logo esta deve ser eficiente e trabalhar sempre em conjunto e alinhamento. Desta forma, é essencial que o processo de seleção de novos funcionários seja planejado, e busque por perfis que se encaixam à visão da empresa. Além disso, é importante investir na formação dos profissionais da equipe, principalmente através de cursos e treinamentos que contribuam para a produtividade nas atividades.

4. Organização financeira

A falta de controle com relação à entrada e saída de dinheiro em micro e pequenas empresas é um problema constante. Muitos empreendedores consideram custosas as soluções digitais de gestão financeira, e acabam por perder tempo no controle e atualização de dados financeiros, bem como tomam decisões pouco assertivas baseadas em informações mal geridas. Assim, é essencial que se mantenha um olhar crítico sobre o negócio, e um sistema sobre o qual se apoiar para o cálculo de gastos, dos impostos, da margem de lucro, etc.

5. Controle das despesas

Juntamente com a organização financeira, manter despesas desnecessárias ao tipo ou à realidade do negócio também é um fator de gestão muito importante. O empreendedor deve, portanto, questionar-se com relação aos momentos adequados de arcar com determinados custos indiretos. A pergunta a ser feita é: o lucro da empresa permite pagar os gastos com as aquisições realizadas? Procure questionar-se sobre a viabilidade de investir em, por exemplo, um maquinário grande, ou um ponto comercial em uma área supervalorizada.

6. Realidade da empresa

O planejamento estratégico e a adoção de ferramentas que permitem a análise de dados financeiros permite que o empreendedor tenha uma melhor visão geral do seu negócio. Esta visão da realidade das finanças, atividades e metas evita que sejam criadas expectativas irreais, ou que se percam oportunidades interessantes. É essencial que o empreendedor não subestime ou superestime a capacidade do seu negócio, de forma a tomar decisões que contribuam para o crescimento deste.

Uma boa gestão permite não somente que os objetivos do empreendedor sejam atingidos, mas que a imagem da empresa se fortaleça no mercado e perante os clientes, e que o ambiente de trabalho se torne mais agradável e produtivo.

E você, que medidas vem adotando para a gestão da sua pequena empresa? Compartilhe suas experiências conosco nos comentários!

programa-de-fidelidade-para-pequenas-empresas

Comentários

comentários