Conheça a história de uma pizzaria diferenciada que estava em busca de inovar ainda mais os seus serviços com o propósito de vender mais pizzas para os mesmos clientes.

Esta é a jornada da Pizzaria Vicenzo, onde o proprietário Anderson de Mendonça enxergou um problema no fato de não saber quem eram seus e nem como medir a satisfação e taxa de retornos deles, mas que encontrou no FideliZi a solução que procurava.

Anderson de Mendonça começou a Pizzaria Vicenzo em 2013 em Campinas, cidade do interior de São Paulo, trazendo ao mercado um novo formato de negócio. Saindo no padrão tradicional das pizzarias e oferecendo ao público pizzas pré-assadas, feitas na hora de acordo com as preferências de cada cliente, onde eles montavam a pizza com os ingredientes desejados e levavam para assar em suas próprias casas.

A nova proposta oferecida por Anderson agradou muito o público campineiro e desde então vem fazendo sucesso entre os clientes.

Decisão de fidelização

Com o negócio prosperando e cada vez mais clientes chegando, Anderson percebeu que apesar de estar vendendo bem e de perceber que alguns clientes compravam com mais frequência que outros, ele não tinha como mensurar essas informações.

Foi em 2014 que a solução para este problema que o estava preocupando apareceu literalmente em sua porta.

Em uma visita à pizzaria, Vitor Kosaka e Ramon Vargas, respectivos CEO e CSO  viram potencial naquele negócio e resolveram apresentar o FideliZi ao Anderson, que por sua vez, ficou muito animado com a ideia de implementar um programa de fidelidade diferenciado em seu negócio e com isso, conseguir construir uma base de clientes sólida. O produto havia sido lançado recentemente e os sócios Vitor e Ramon estavam fazendo algumas visitar nos comércios da região para prospectar novos parceiros para a solução tão inovadora que acabara de ser lançara e Anderson foi um dos primeiros clientes a conhecer e investir no FideliZi e está colhendo seus frutos até hoje, em parceria conosco.

Apesar da empolgação com o novo programa de fidelidade, Anderson ainda estava com certo receio e acabou implementando o FideliZi em apenas uma das suas lojas, e na outra adotou o velho e conhecido cartão impresso de fidelidade e desse forma passou a comparar os resultados de ambos. O resultado não demorou muito para aparecer…

Em uma de suas análises, percebeu que o FideliZi estava dando resultados 10 vezes maiores que o cartãozinho, este que por sua vez acabava por trazer mais frustações do que retorno, pois os clientes esqueciam ou perdiam o cartão e ficavam desanimados por não conseguirem completar o cartão, o que não acontecia com o FideliZi que vinha apresentando uma taxa engajamento cada vez mais.

Então, Anderson reconheceu o poder dessa solução e a contratou para a sua segunda loja também, abandonando de vez os cartões de fidelidade impressos.

Algumas pedras no caminho e o poder de um Upgrade que fez o jogo virar

Com o passar do tempo, Anderson começou a sentir uma certa insatisfação com o seu programa de fidelidade, sentia falta de algumas soluções que permitissem um interação com os clientes, um caminho mais fácil para acompanhar o andamento do programa, assim como para verificar quais eram os melhores clientes e informações que permitissem a ele traçar novas estratégias de marketing.

Ele entrou em contato com o FideliZi e passou esse feedback para a equipe e até cogitou o cancelamento do programa por falta de recursos do mesmo. A equipe do FideliZi então o ajudou prontamente e o informou que SIM, nossa solução possibilitava que ele fizesse campanhas de comunicação com os clientes utilizando a própria plataforma FideliZi! No início, quando ele fez a contratação em 2014 realmente haviam muitas limitações na ferramenta, porém, ela foi evoluindo e se adaptando à todas as necessidades dos clientes, incluindo as de Anderson.

Ele realizou o upgrade no fim de Maio de 2018. Antes desse período, de forma consistente, ele estava realizando uma média de 670 vendas pontuadas no FideliZi por mês e logo em Junho de 2018, Anderson já obteve o primeiro mês cheio de ações realizadas quando migrou do Plano Starter para o Plano Pro.

O resultado é que o volume de vendas foi de 670 para 1.277, um incrível salto de 90,59% em apenas 1 mês! O mais interessante é que esse efeito foi duradouro e se repetiu nos meses seguintes.

O faturamento de Anderson saiu de R$ 26.500,00 para mais de R$ 50.000,00, ou seja, o faturamento passado por dentro do sistema foi praticamente o dobro de um mês para outro. 

E a melhor parte é que esse up de faturamento não veio de novos clientes, mas sim dos clientes já registrados no programa de fidelidade que voltaram a consumir as pizzas da Pizzaria Vicenzo e comprar muito mais.

Anderson conta o FideliZi desde 2014 e o gráfico acima mostra que de 2015 a 2017 o número de compras foi bastante estável, e depois do upgrade em 2018 vemos uma curva ascendente não só em 2018, mas também em 2019 que por ter pego um ano inteiro num plano novo, a curva de crescimento foi ainda maior.

Anderson começou a acessar e acompanhar as informações do seu programa de fidelidade dentro do painel Meu FideliZi, uma plataforma completa que permite aos empreendedores acompanhar os fluxos dos clientes, receita gerada, os clientes VIPs e os inativos, elaborar campanhas de e-mail marketing e pilotos automáticos e agora até mesmo acompanhar pelo WhatsApp.

Algumas das ações estratégicas e simples que foram implementadas por Anderson, foram os e-mails no piloto automático (e-mails pré-definidos e enviados de maneira automática para os contatos que se adequam à categoria definida).

A taxa de cliques nos e-mails de clientes ativando ofertas com intenção de ir ao estabelecimento, é superior a 40% conforme mostrado na imagem acima, que são de campanhas de clientes que já estavam inativos há algum tempo, ou seja, não estavam comprando na Pizzaria Vicenzo.

Todas as campanhas de Anderson oferecem ao consumidor o direito a um prêmio, porém, de forma condicional. O cliente precisa realizar um consumo mínimo para resgatar o prêmio e com isso, não é gerado prejuízo algum à pizzaria. Pelo contrário, todas as ações estão automaticamente pagas já no resgate do benefício, gerando receita incremental com clientes que estavam inativos.

  • Total da receita recuperada dos clientes AUSENTES:

  • Total da receita recuperada dos clientes EM RISCO:

Total da receita recuperada dos clientes PERDIDOS:Toda receita recuperada através de clientes inativos desde 2014, totaliza R$996.160,00.

Anderson passou a utilizar as ferramentas que estavam a sua disposição para aumentar o vínculo com a clientela e desde então obteve resultados muito satisfatórios e o seu negócio prosperou ainda mais e ele abriu mais duas lojas e implementou o FideliZi em ambas, uma em 2016 no bairro Santa Lúcia e a outra em 2018 na Orozimba Maia, as duas situadas na cidade de Campinas.

Pandemia e a quarentena

A Pizzaria Vicenzo sempre funcionou da seguinte forma: Os cliente iam até lá, faziam o pedido de suas pizzas e levavam para assar e consumir em suas casas.

Com o formato já diferenciado, com a chegada da pandemia, Anderson não sentiu tanto o impacto, quanto as demais e mais tradicionais pizzarias da cidade. Muito pelo contrário, na Pizzaria Vicenzo as vendas aumentaram e foram precisos apenas alguns ajustes para se adaptarem às normas de segurança.

As vendas por delivery aumentaram e os pedidos que antes geralmente eram mais presenciais passaram a ser feitos pelo WhatsApp, onde os cliente faziam as encomendas e decidiam se gostariam que o produto fosse entregue ou se passariam na loja para retirar.

O programa de fidelidade continuou fazendo sucesso e mais clientes tornaram-se participantes.

Mesmo em um período onde muitos outros não resistiram e vieram a fechar, a Vicenzo conseguiu manter um fluxo igual ou até melhor do que nos períodos pré-pandemia.

Os cadastros continuaram acontecendo e mesmo com uma leve oscilada, foram mais de mil novos clientes participando do programa, apenas na unidade de Swifit.

Foram mais de 17 MIL compras passadas dentro do FideliZi de Janeiro a Dezembro 2020, ano em que o país passava por um dos seus piores momentos, tanto na saúde, quanto na economia.

E mesmo diante de um cenário bastante difícil para os empreendedores do varejo, Anderson superou esse período e conseguiu um faturamento de MAIS DE MEIO MILHÃO DE REAIS, apenas com as compras cadastradas no FideliZi!

E para se ter uma noção mais clara dos resultados obtidos durante a pandemia do Coronavírus, veja como Anderson teve um aumento significativo nas vendas.

Acreditando e investindo na solução.

Anderson conheceu, acreditou e investiu no FideliZi e vem colhendo resultados incríveis com o passar dos anos. Ele é um cliente que acompanha toda a performance do seu programa de perto, verifica o painel, e faz campanhas de e-mails marketing e pilotos automáticos para sua base de clientes. Como se trata de uma base sólida, na qual os clientes se cadastraram espontaneamente e gostam da dinâmica do programa, suas taxas de aberturas são muitos boas.

Campanhas de e-mail marketing:

Campanhas de piloto automático:

Atualmente, a receita da Pizzaria Vicenzo Swift gerada apenas pelas compras cadastradas dentro do FideliZi ultrapassa a marca de 3 MILHÕES de reais e o programa conta com mais de 9MIL clientes participantes.

Além disso, a marca se mante na zona de excelência na pesquisa NPS.

Uma curiosidade: Susto com o sucesso do programa de fidelidade

Lembram da comparação que o Anderson fez entre os cartões de fidelidade e o FideliZi, que citamos no tópico Decisão de Fidelização, no começo deste case?
Um fato que ocorreu neste período, é que Anderson se assustou muito com o sucesso que o FideliZi estava fazendo.

Percebendo que o Fidelizi se popularizou entre seus clientes muito mais que o cartão impresso, depois de alguns meses de operação do programa, Anderson chegou a ligar para o Vitor Kosaka, para pedir o cancelamento, pois estava preocupado pelo grande volume de prêmios que teria que distribuir entre os clientes.

Ele chegou a fazer uma analogia para justificar o motivo pelo qual queria cancelar o programa da FideliZi, dizendo que se precisasse dar 1 mil pizzas de brindes por exemplo, seu negócio iria quebrar.

Vitor por sua vez o tranquilizou e explicou que não era bem assim. Primeiro porque a estrutura do programa foi muito bem montada e desenvolvida e caso ele estivesse dando 1mil pizzas, o motivo seria que ele teria vendido cerca de 20mil pizzas.

Foi uma questão de fazer contas e perceber que os prêmios não seriam custo e sim um investimento, que no final das contas, seria muito pequeno frente ao consumo gerado e aquilo que em um primeiro momento foi preocupação para Anderson, deixou de ser assim que ele compreendeu que quanto mais prêmios ele distribuísse, significava que ele vendendo cada vez mais.

Outro ponto positivo para a Pizzaria Vicenzo, era que os concorrentes que não entendiam o que Anderson estava fazendo e com isso o FideliZi ganhou mais força e se tornou uma grande vantagem competitiva, pois a concorrência pensava apenas no que estariam “perdendo” e não conseguiam ver o real ganho que Anderson estava obtendo, afinal, o empreendedor costuma olhar muito para o que sai e esquece de verificar o que entra. Um cálculo que quase ninguém faz é o custo de se perder um bom cliente e muitas vezes, um único cliente perdido significa milhares de reais perdidos.

O seu negócio também pode obter resultados tão incríveis quanto os do Anderson. O poder está em suas mãos, basta começar a utilizá-los.

Comentários

comentários