O surto do novo coronavírus (Covid-19) no País, gerou uma série de impactos nos âmbitos econômicos e sociais. Com isso, a grande maioria das empresas se viu em uma situação de instabilidade econômica, tendo que agir imediatamente para contornar os efeitos da crise.

Diante de um momento de desequilíbrio financeiro, uma gestão de crise eficiente pode fazer toda a diferença, mesmo que à distância.

Afinal, esse é um método fundamental para minimizar os impactos da crise e permanecer ativo no mercado!

No entanto, é importante mencionar que toda empresa está sujeita a lidar com uma crise, seja ela causada por um fator externo, como o coronavírus, ou por um elemento interno, como um acidente de trabalho ou uma polêmica envolvendo a companhia.

Mas, independente dos fatores, é preciso lidar com as situações e agir estrategicamente, a fim de combater o fenômeno da crise e manter a empresa nos eixos.

Para isso, a seguir, nós listamos algumas dicas incríveis de como fazer uma gestão à distância na crise e focar nos resultados. Quer saber mais sobre tudo isso? Então continue nos acompanhando! Vamos lá?

1. Alinhe as informações com a equipe

O primeiro passo para fazer uma boa gestão à distância na crise é alinhar as informações com a equipe, ou seja, é necessário mostrar o momento atual da empresa, a instabilidade do mercado e as medidas a serem aplicadas.

É fundamental que todos os colaboradores compreendam as informações internas e externas, a fim de manter uma padronização de comunicação entre equipes, fornecedores, clientes, distribuidores e até serviços terceirizados, como outsourcing de impressão.

2. Elabore um manual de comunicação

Em resumo, um manual de comunicação nada mais é que um manual de crise. E, neste documento, é necessário listar os pontos fortes e fracos da companhia, como e quando agir diante das mais diversas situações e o responsáveis por lidar com a crise.

Além disso, os manuais podem conter modelos informativos prévios, com possibilidade de serem modificados após a aplicação das estratégias.

Assim, é possível agir rapidamente e evitar um problema ainda maior, como a paralisação da produção de seringa de insulina, entre outras complicações.

3. Mantenha a empresa funcionando

Realizar uma gestão à distância eficiente pode ser novo e repentino. No entanto, isso não isso não significa que você deve paralisar as atividades! Por essa razão, motive os profissionais para realizar as suas tarefas à distância.

Independente do modelo de trabalho, é importante manter a empresa funcionando. Para isso, você pode contar com o auxílio da tecnologia, a fim de cuidar dos aspectos gerenciais, como:

  • Finanças e orçamento;
  • Criação de metas e ações para contornar a crise;
  • Pontos que precisam de melhorias;
  • Redução de custos (como do aluguel de gerador de energia, por exemplo);
  • Alocação de investimentos;
  • Diminuição dos serviços;
  • Entre outros.

Dessa forma, é possível avaliar os departamentos com mais assertivas e, ainda, garantir uma melhor tomada de decisões.

4. Comunique-se com o público

Por fim, lembre-se que os clientes são a chave do sucesso do seu negócio. Por essa razão, também faz parte da gestão à distância comunicá-los sobre o momento atual da empresa e o que está sendo feito para contornar a crise.

Nesse sentido, é possível transmitir segurança, mostrar o quanto a empresa se preocupa e valoriza os seus clientes e, por consequência, fará com que eles continuem confiando na organização.

Gostou do nosso post sobre como fazer uma gestão à distância em tempos de crise para focar nos resultados? Conta pra gente!

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

Comentários

comentários